18 de junho de 2017 às 11:00
Selecção portuguesa de futebol solidariza-se com vítimas e cumpre minuto de silêncio

A selecção portuguesa de futebol presente na Rússia, palco da Taça das Confederações, solidarizou-se hoje com as vítimas do incêndio rural que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria.

"O dia em que iniciamos a participação na Taça das Confederações é igualmente um dia de grande consternação e dor para o País que orgulhosamente representamos", começa por referir o comunicado assinado por todos os elementos da comitiva lusa, em Kazan.

Segundo a nota publicada no site oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), "a tragédia ocorrida em Pedrógão Grande, que reclamou a vida de tantos dos nossos compatriotas, não pode deixar ninguém indiferente".

"Nesta hora tão triste, enviamos as mais sentidas condolências às famílias, amigos e entes queridos das vítimas dos incêndios", refere ainda a comitiva.

A FPF estipulou hoje que será cumprido um minuto de silêncio no domingo e na segunda-feira antes dos jogos das provas que organiza face ao incêndio de Pedrógão Grande. "Este ato simbólico visa homenagear a memória das vítimas do incêndio em Pedrógão Grande", refere o comunicado da FPF, publicado no site oficial do organismo.