18 de junho de 2017 às 15:59
61 mortos confirmados mas número de vítimas vai aumentar
61 mortos confirmados mas número de vítimas vai aumentar
O primeiro-ministro deu esta tarde conta de uma revisão em baixa do número de vítimas, para 61, devido à existência de um registo duplicado. Contudo, António Costa alertou que o número de vítimas vai aumentar, pois várias aldeias fustigadas pelo incêndio ainda não foram analisadas.
"Muito provavelmente o número de vítimas será superior, mas neste momento o número confirmado não são 62 mas 61 – um dos registos tinha sido duplicado –, mas não vale a pena alegrarmo-nos com isso porque iremos, certamente, encontrar mais vitimas no terreno", afirmou António Costa, em declarações aos jornalistas no local.