Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Indicadores de confiança e défice elevado podem tramar Sócrates

Dois artigos académicos publicados no ano passado defendem que o baixo nível de confiança dos portugueses e o défice orçamental galopante são as variáveis económicas que mais deverão penalizar o PS no dia do voto.

Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 24 de Setembro de 2009 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 17
  • ...
Dois artigos académicos publicados no ano passado defendem que o baixo nível de confiança dos portugueses e o défice orçamental galopante são as variáveis económicas que mais deverão penalizar o PS no dia do voto.

Os trabalhos, que estudam o impacto de variáveis económicas nos resultados eleitorais do partido que se recandidata, permitem retirar mais duas conclusões: por um lado, a mais surpreendente, a recuperação na confiança nos últimos meses não favorece o PS e, por outro, a variação do PIB não deverá ter um efeito eleitoral significativo.

Gikas Hardouvelis e Dimitri Thomakos, que analisaram o impacto da confiança nos resultados eleitorais nos 15 países da UE-15 entre 1985 e 2007, concluem que cada 10 pontos no indicador de confiança dos consumidores no mês anterior ao das eleições valem entre 1,5 a 2 pontos na percentagem do resultado eleitoral. Más notícias para José Sócrates que se recandidata com os portugueses a declararem estar com o menor nível confiança desde as eleições de 1987.




logo_empresas
Ver comentários
Outras Notícias