Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Índice de confiança do consumidor francês inalterado em Dezembro

O índice que mede a confiança do consumidor francês permaneceu inalterado, perto de um valor mínimo de seis anos, uma vez que as pessoas ficaram mais reticentes em adquirir bens de elevado valor, como mobílias e máquinas de lavar roupa ou loiça.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 07 de Janeiro de 2004 às 09:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O índice que mede a confiança do consumidor francês permaneceu inalterado, perto de um valor mínimo de seis anos, uma vez que as pessoas ficaram mais reticentes em adquirir bens de elevado valor, como mobílias e máquinas de lavar roupa ou loiça.

O índice, baseado no inquérito a duas mil pessoas permaneceu em menos 30 pontos, inalterado relativamente a Novembro, disse o Instituto de Estatísticas de França (Insee).

Os economistas esperavam um aumento para menos 29 pontos.

«Terminámos o ano de forma negativa», disse o director geral da CNSH, François Forget, uma federação francesa de cerca de 400 retalhistas, que inclui a Zara e a Gap, em entrevista à Blomberg.

As vendas dos membros da federação caíram 2% em Dezembro face a igual período do ano passado, disse François Forget.

Os consumidores têm estado menos confiantes do que as empresas na recuperação da economia, deixando a recuperação da Europa reticente nas exportações.

Um inquérito mensal feito pela Comissão europeia aos 12 países que partilham o euro, mostra que a confiança do consumidor tem vindo a ficar atrás da dos empresários desde Outubro de 2002.

Um índice baseado no inquérito a 25 mil consumidores poderá ter aumentado para menos 25 pontos, o mês passado, relativamente aos menos 16 de Novembro, segundo previsões de economistas.

A confiança dos empresários subiu, provavelmente pelo quinto mês consecutivo para menos seis pontos de menos sete, disseram os economistas.

Ver comentários
Outras Notícias