Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Índice dos gastos pessoais cresce menos do que esperado nos EUA

Os gastos pessoais dos consumidores dos Estados Unidos cresceram 0,2% em Fevereiro, menos do que os 0,4% que os analistas esperavam. A redução na compra de automóveis terá estado na origem desta quebra. Os rendimentos cresceram 0,4%.

Ruben Bicho rbicho@mediafin.pt 26 de Março de 2004 às 14:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os gastos pessoais dos consumidores dos Estados Unidos cresceram 0,2% em Fevereiro, menos do que os 0,4% que os analistas esperavam. A redução na compra de automóveis terá estado na origem desta quebra. Os rendimentos cresceram 0,4% no mesmo período, acima das expectativas.

Este foi o quarto mês consecutivo em que o consumo privado cresceu nos Estados Unidos, seguindo-se a um aumento de 0,5% em Janeiro. Os dados divulgados pelo Departamento de Comércio dos EUA mostram que houve menos aquisições de automóveis e outros bens de longa duração, o que terá feito o indicador abrandar.

O consumo privado nos Estados Unidos tem sido impulsionado pelos reembolsos de impostos, mas a lenta criação de emprego poderá fazer com que as famílias reduzam os seus níveis de consumo.

«Sem um forte crescimento do emprego, o consumo privado vai abrandar. A lenta recuperação do mercado de trabalho e os aumentos nos preços da energia vão ter mais repercussões na segunda metade do ano», disse Michael Moran, economista-chefe da Daiwa Securities, citado pela Bloomberg.

Ver comentários
Outras Notícias