Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Índices americanos sobem mais de 1% com FED a manter juros

Os índices norte-americanos encerraram a subir após a Reserva Federal norte-americana ter mantido as taxas de juro, sinalizando que a economia está em recuperação. O Nasdaq ganhou 1,08% e o Dow Jones subiu 1,50%.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 30 de Janeiro de 2002 às 21:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os índices norte-americanos encerraram a subir após a Reserva Federal norte-americana ter mantido as taxas de juro, sinalizando que a economia está em recuperação. O Nasdaq ganhou 1,08% e o Dow Jones subiu 1,50%.

O Nasdaq terminou nos 1.913 pontos e o Dow Jones fechou a valer 9.762 pontos, depois de ambos os índices terem registado perdas antes de conhecida a decisão da FED.

A FED deixou hoje os juros nos 1,75% interrompendo um ciclo de 11 cortes consecutivos no custo do dinheiro, afirmando que a perspectiva de uma recuperação na economia é agora mais promissora.

A confirmar esta previsão, o Governo norte-americano anunciou hoje que o produto interno bruto do país cresceu 0,2% no quarto trimestre, quando os analistas aguardavam uma quebra de 1,1%.

Os investidores acreditam que a recessão económica, que teve início em Março de 2001, possa estar a terminar, pelo que os resultados das companhias americanas devem recuperar em breve.

A empresas mais expostas ao ciclo económico foram das que mais subiram, com a retalhista Wall Mart a trepar 3,28%, a empresa de artigos para o lar Home Depot a subir 4,28% e a financeira JP Morgan Chase a valorizar 3,59%.

As tecnológicas também fecharam a subir, com a Intel a ganhar 3,61%, Hewlett Packard a valorizar 4,82% e a Compaq a crescer 6,86%.

A Veritas Software caiu 6,59% após ter apresentado estimativas de vendas para 2002 que desiludiram os analistas.

Resultados abaixo do esperado teve também a AOL Time Warner, que fechou com uma desvalorização de1,12%.

Hoje mais uma empresa norte-americana, a Anadarko Petroleum, anunciou que vai corrigir os resultados já apresentados devido a práticas contabilísticas incorrectas, gerando apreensão nos investidores.

O american depositary receipt (ADR) da Portugal Telecom (PT) fechou a cair 2,72% para os 7,52 dólares (8,73 euros), enquanto em Lisboa a empresa fechou nos 8,70 euros.

O ADR da Electricidade de Portugal (EDP) fechou a descer 0,49% até aos 20,40 dólares (23,67 euros), enquanto em Lisboa a empresa fechou nos 2,34 euros. Cada ADR equivale a 10 acções da eléctrica nacional.

Outras Notícias