Américas Inflação nos EUA cresce acima do esperado e ameaça subida mais rápida dos juros

Inflação nos EUA cresce acima do esperado e ameaça subida mais rápida dos juros

Os preços no consumidor cresceram mais do que o previsto no arranque deste ano, confirmando os receios que levaram à turbulência nos mercados, na semana passada.
Inflação nos EUA cresce acima do esperado e ameaça subida mais rápida dos juros
Bloomberg
Rita Faria 14 de fevereiro de 2018 às 13:46

A inflação nos Estados Unidos subiu mais do que era esperado no início deste ano, confirmando os receios dos investidores acerca do crescimento mais acelerado dos preços na maior economia do mundo, e as suas prováveis consequências ao nível do aperto da política monetária.

 

De acordo com os dados divulgados esta quarta-feira, 14 de Fevereiro, o índice de preços no consumidor subiu 0,5%, em Janeiro, face ao mês anterior, sobretudo devido ao aumento dos preços dos combustíveis, rendas e cuidados de saúde. Em relação ao mesmo mês do ano passado, o crescimento dos preços manteve-se em 2,1%.

 

Já a inflação subjacente ("core inflation"), que exclui os preços mais voláteis da energia e dos alimentos, ficou inalterada em 1,8% no arranque do ano. Em relação ao mês anterior, os preços avançaram 0,3% - o maior avanço em um ano - depois da subida de 0,2% registada em Dezembro.

Os analistas consultados pela Reuters antecipavam uma subida mais ligeira de 0,3% no índice de preços no consumidor e de 0,2% no "core".

Os dados conhecidos esta quarta-feira reforçam as expectativas de que a pressão dos preços vai acelerar este ano, e motivar uma subida mais rápida dos juros por parte da Reserva Federal dos Estados Unidos, o que, por sua vez, pode ter consequências ao nível do crescimento económico.

 

Nesse sentido, os números podem aumentar a pressão nos mercados financeiros norte-americanos, que reagiram com uma forte turbulência à mais rápida subida dos salários nos Estados Unidos, em oito anos, divulgada no início deste mês.

 

A Fed antecipa, para já, três aumentos dos juros este ano, com o primeiro previsto já para Março.


(Notícia actualizada às 14:00)




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
OPA NO MILENIUM BCP 14.02.2018

VAI SER EFECTUADO O LANÇAMENTO de UMA OFERTA PUBLICA DE AQUISIÇÃO DESIGNADA por OPA ao MILENIUM BCP ; SANTANDER e FOSUN paraeçeram dois cÃES ESFAIMADOS de volta do MILENIUM BCP o preço 1 EURO npor AÇÃO

AMANHÃ : MILENIUM BCP o MISSIL 14.02.2018


a partir de AMANHÃ ai vai o TGV MILENIUM vai bater o RECORD DE VELOCIDADE vai a 0.40 á hora VRUMMMMMMMMMMMMMMMMM ó ABRE BCPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP

o BCP vai QUADRIPLICAR 14.02.2018








posição da sonangol foi vendida á FOSUN
QUARTA FEIRA SERÁ O ÚLTIMO DIA DE MILENIUM BCP A MENOS DE 0.35 VEM AI UMA SUPER BOMBA NO DIA DA APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS o MILENIUM BCP vai QUADRIPLICAR ainda este ANO

General Ciresp 14.02.2018

Nada disse minha netinha,nada disso.Ontem a presidente do FMI,hoje a FITCH vem dizer q se trata duma correcao apenas.Ja ha muito tempo q se vai notando q eles querem mexer nas tx de juros.Sentem q ja e tempo de descerem a terra.Verdade seja dita:quem nao fez pela vida(periferia)agora ja vai tarde.

ver mais comentários
pub