Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação cai pelo segundo mês consecutivo

Os preços aumentaram 2,3% em Março, face ao mesmo mês do ano passado, divulgou o Instituto Nacional de Estatística (INE). A inflação homóloga regista assim a segunda queda consecutiva face ao mês anterior, este ano, mas continua acima do limite de 2% impo

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 16 de Abril de 2007 às 10:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os preços aumentaram 2,3% em Março, face ao mesmo mês do ano passado, divulgou o Instituto Nacional de Estatística (INE). A inflação homóloga regista assim a segunda queda consecutiva face ao mês anterior, este ano, mas continua acima do limite de 2% imposto pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC).

O índice total excepto produtos alimentares não transformados e energéticos apresentou uma taxa de variação homóloga de 1,9%, situando-se quatro décimas de ponto percentual abaixo do valor registado pelo índica de preços no consumidor.

A única contribuição negativa para a formação do IPC foi a da classe das comunicações, em que os preços caíram 1,8% face a Março de 2006.Todas as outras classes contribuiram com sinal positivo.

A classe de produtos alimentares e bebidas não alcoólicas foi a que mais contribuiu para a subida do índice. A inflação mensal situou-se em 1,2%, uma décima de ponto percentual inferior à observada em Março de 2006.

"Para este resultado contribuiu com cerca de 70% a variação mensal registada pela classe do Vestuário e calçado (19,8%), associada ao peso que detém na estrutura da despesa do IPC (6,4%)", explica o INE dizendo que "a entrada das novas colecções de Primavera e Verão com reposição do nível de preços, esteve na origem deste efeito".

A variação média dos últimos doze meses do índice geral diminuiu uma décima de ponto percentual, situando-se em 2,9%.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação de 2,4% face a Março do ano anterior.

O IHPC observou uma evolução mensal 1,3% entre Fevereiro e Março de 2007. A taxa de variação média dos últimos doze meses diminuiu para 2,9%.

Ver comentários
Outras Notícias