Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação da Zona Euro acelera para 2,5% em Janeiro; primeira subida em oito meses (act.)

A inflação dos países que partilham a moeda única aumentou em Janeiro para os 2,5%, face aos 2,1% registados no mês anterior, apresentando a primeira subida desde Maio do ano passado, anunciou hoje o Eurostat.

Negócios negocios@negocios.pt 01 de Fevereiro de 2002 às 11:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A inflação dos países que partilham a moeda única aumentou em Janeiro para os 2,5%, face aos 2,1% registados no mês anterior, apresentando a primeira subida desde Maio do ano passado, anunciou hoje o Eurostat.

A subida de ritmo da inflação em Janeiro ficou a dever-se à subida dos preços no sector da alimentação e aos arredondamentos por excesso feitos pelos retalhistas após a entrada em circulação do euro. Estes números saíram em linha com as expectativas dos analistas.

O aumento verificado em Janeiro deverá ter impacto nos aumentos salariais, o que poderá condicionar o Banco Central Europeu (BCE) em termos de política monetária.

O objectivo do BCE aponta para manter a inflação abaixo dos 2%, uma meta que não é atingida desde Maio de 2000.

O Governo alemão surpreendeu ontem os analistas ao anunciar um crescimento dos preços no consumidor de 0,9% no mês de Janeiro, o maior crescimento verificado em cerca de 9 anos. A taxa de inflação em termos anuais subiu para os 2,1% face aos 1,7% contabilizados em Fevereiro.

O presidente do BCE, Wim Duisenberg, já alertou para a necessidade de existir moderação nos aumentos salariais em 2002, sob pena daquela instituição aumentar as taxas de juro na Zona Euro.

A taxa de juro de referência do BCE situa-se actualmente nos 3,25%, depois de cortes que totalizaram 150 pontos base no decorrer do ano passado.

A descida dos juros costuma estimular o crescimento económico, mas pode provocar também o aumento das pressões inflacionistas, devido ao incremento da procura.

Por Pedro Carvalho

Outras Notícias