Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação na Zona Euro abranda para 1,1% em Setembro

O nível dos preços cresceu, no mês que hoje termina, ao ritmo mais lento deste ano. A alimentação, álcool e tabaco deram o maior contributo, ainda que inferior ao de meses anteriores. A energia impediu um maior avanço dos preços.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 30 de Setembro de 2013 às 10:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A inflação na Zona Euro deverá ter ficado em 1,1% em Setembro de 2013, segundo as primeiras estimativas publicadas pelo gabinete de estatísticas da União Europeia.

 

A taxa de inflação anual de 1,1% em Setembro, que mede a variação do nível de preços face ao mesmo mês do ano anterior, abrandou quando se observa a inflação anual de 1,3% que se tinha registado em Agosto deste ano. Há um ano, a taxa de inflação encontrava-se em 2,6%.

 

De acordo com os dados publicados pelo Eurostat, a taxa de Setembro é a menos expressiva de todos os meses deste ano, ficando mesmo abaixo da inflação de 1,2% que se tinha verificado em Abril.

 

Ainda não há dados para os Estados-membros. O destaque desta segunda-feira, 30 de Setembro, é a chamada estimativa “flash”, publicada no final do mês de referência. A meio do mês seguinte, neste caso a 16 de Outubro, serão revelados os níveis de preços definitivos para a Zona Euro e também para os Estados-membros.

 

O ítem que mais contribuiu para o avanço dos preços da Zona Euro em Setembro foi o da alimentação, álcool e tabaco ainda que, em comparação com o mês anterior, tenha perdido força: 2,6% em Setembro face aos 3,2% do mês anterior. É, igualmente, a taxa mais reduzida desta componente de 2013.

 

Já a energia teve a influência contrária, intensificando o recuo da componente já verificado em Agosto. De uma quebra de 0,3% passa para uma taxa negativa de 0,9%. Aliás, esse efeito negativo é visível: a taxa de inflação excluindo o efeito da energia é, em Setembro, de 1,4%, de acordo com o Eurostat.

 

Ver comentários
Saber mais inflação Zona Euro Eurostat
Outras Notícias