Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação em França desacelera ligeiramente

A dinâmica da inflação em França desacelerou ligeiramente em Julho, reflectindo uma descida dos preços do vestuário e dos produtos alimentares frescos, que mais do que compensou a nova subida, ainda que mais moderada, dos preços da energia.

Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 12 de Agosto de 2008 às 09:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A dinâmica da inflação em França desacelerou ligeiramente em Julho, reflectindo uma descida dos preços do vestuário e dos produtos alimentares frescos, que mais do que compensou a nova subida, ainda que mais moderada, dos preços da energia.

De acordo com dados do instituto francês de estatística, Insee, o índice de preços no consumidor recuou 0,3% por comparação com o mês de Junho, mas a taxa homóloga permaneceu em 4%. Os números saíram relativamente em linha com o previstos pelos analistas, que antecipavam uma descida mensal de 0,2% (em larga medida, justificada pela época de saldos) e uma taxa homóloga de 4,1%.

A evolução da inflação um pouco por toda a Europa tem estado a condicionar a actuação do Banco Central Europeu. Há um mês, a autoridade monetária da Zona Euro justificou a necessidade de subir as taxas de referência, de 4% para 4,25%, com a dinâmica dos preços, tendo deixado a advertência de que poderá ter de voltar a agravar o custo do crédito caso a inflação se agrave.

A primeira missão do BCE é garantir a estabilidade dos preços, o que significa manter a taxa anual de inflação controlada em torno de 2%, ou seja, menos de metade do que a média actual na Zona Euro (4,1%).

Ver comentários
Outras Notícias