Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação estável e queda nas importações sinalizam recessão na Zona Euro

Inflação em Portugal também ficou estável em 2,7%, continuando assim acima da média da Zona Euro.

Negócios negocios@negocios.pt 16 de Julho de 2012 às 10:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A taxa de inflação homóloga na Zona Euro ficou inalterada em 2,4% na Zona Euro em Junho e as importações caíram em Maio, sinalizando que a economia europeia estará a caminho de uma nova recessão.

A quebra da actividade económica na Europa está a impedir as empresas de aumentarem os preços dos bens e serviços, o que justifica o facto de a inflação homóloga ter ficado estável nos 2,4%. Em termos mensais, os preços desceram 0,1% contra Maio.

Em Portugal, tal como tinha já revelado o Instituto Nacional de Estatística, a inflação homóloga também ficou estável em 2,7%, permanecendo assim 0,3 pontos percentuais acima da média da Zona Euro.

Outro dado que confirma a fraca evolução da economia europeia nesta primeira metade do ano foi também hoje divulgado pelo Eurostat. As importações nos países do euro desceram 0,9% em Maio contra Abril, sinalizando uma queda no consumo na região. Em sentido inverso as exportações aumentaram 0,3%.

No primeiro trimestre só o crescimento da economia alemã impediu a zona euro de entrar em recessão, mas também a maior economia da Europa tem dado sinais de abrandamento, pelo que os economistas estimam que a Zona Euro não vai escapar a uma nova recessão.

A estabilização da inflação dá também margem de manobra para o Banco Central Europeu continuar a adoptar medidas de estímulo económico, como a redução dos juros.
Ver comentários
Saber mais inflação importações Zona Euro eurostat
Mais lidas
Outras Notícias