Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Instituto da Segurança Social perde um quarto dos funcionários em cinco anos

A menina que está de manhã no guiché dezassete "nasceu para atender o público". A expressão é de um avô reformado que veio tratar do abono de família do neto. Carlos Carvalho, 69 anos, tem mais paciência e boa disposição do que a maioria dos utentes que chegaram de madrugada para serem atendidos "a tempo" no centro da Segurança Social do Areeiro.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A menina que está de manhã no guiché dezassete "nasceu para atender o público". A expressão é de um avô reformado que veio tratar do abono de família do neto. Carlos Carvalho, 69 anos, tem mais paciência e boa disposição do que a maioria dos utentes que chegaram de madrugada para serem atendidos "a tempo" no centro da Segurança Social do Areeiro.

Às nove da manhã, quando abrem as portas, a fila é de mais de cem pessoas e começa a dar a volta ao quarteirão da Avenida Afonso Costa, em Lisboa.

Os dados oficiais confirmam revelam que a Segurança Social não é excepção à tendência de redução de funcionários, apesar da evidente pressão sobre os serviços. Entre 2005 e Abril deste ano o ISS perdeu 3.763 pessoas, numa quebra de 25% face a 2005, revelam dados solicitados pelo Negócios. E os pedidos de reforma apontam para uma "perda potencial de 1.286 trabalhadores" este ano. Esta evolução será parcialmente compensada por concursos já lançados para a admissão de 431 funcionários.

Serão ainda admitidas 285 pessoas em processos que deverão avançar "logo que estejam reunidas as condições, nomeadamente de orçamento".
logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias