Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investidores voltam a apostar na dívida portuguesa

Os investidores estão a apostar na dívida dos países com as contas públicas mais desequilibradas como Grécia, Portugal, Espanha e Irlanda invertendo uma tendência de forte pressão vendedora registada em Janeiro e Fevereiro.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 12 de Março de 2010 às 16:00
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
Os investidores estão a apostar na dívida dos países com as contas públicas mais desequilibradas – como Grécia, Portugal, Espanha e Irlanda – invertendo uma tendência de forte pressão vendedora registada em Janeiro e Fevereiro.

A conclusão consta de um estudo do Citigroup, que adianta que nas últimas três semanas os investidores passaram a ser compradores líquidos – o volume de compras a superar as vendas – das obrigações destes países.

Em sentido inverso, passaram a ser vendedores líquidos de obrigações alemãs, sinalizando a descida do nível de risco atribuído à dívida dos países do euro com as contas públicas mais desequilibradas.

“O sentimento parece ter melhorado depois de terem sido divulgadas notícias positivas e de a União Europeia ter dado apoio político à Grécia”, refere o analista do Citigroup, citado pela Bloomberg.

Entre as boas notícias a agência cita a colocação de obrigações do tesouro esta semana, com Portugal a conseguir colocar um montante de dívida superior ao esperado, com um juro inferior ao da emissão anterior.

Desde o pico da crise das contas públicas gregas o “spread” da dívida portuguesa face à alemã estreitou-se 15 pontos base, sinalizando a descida do nível de risco da dívida portuguesa.

A ajudar à melhoria do sentimento, o Programa de Estabilidade e Crescimento, apresentado pelo Governo português, também foi bem recebido pelos mercados.



Ver comentários
Outras Notícias