Economia Investimento público tem margem para subir sem afectar o défice, diz FMI
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Investimento público tem margem para subir sem afectar o défice, diz FMI

Resolver o “estrangulamento” em infra-estruturas, por exemplo, na saúde, sem afectar as contas é possível, garante o FMI. “Eficiência” é a solução.
Investimento público tem margem para subir sem afectar o défice, diz FMI
Miguel Baltazar/Negócios
Tiago Varzim 13 de setembro de 2018 às 00:01

O FMI quer mais investimento público em Portugal, mas sem comprometer o défice nem a dívida pública. Como? Os técnicos do Fundo consideram que o Estado deve mudar a composição dos gastos públicos

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub