Conjuntura Investimento directo da UE cresce mais de 7%

Investimento directo da UE cresce mais de 7%

No final de 2014, os 28 da União Europeia tinham investido quase 6 biliões de euros no estrangeiro. O principal parceiro internacional continuam a ser os Estados Unidos.
Investimento directo da UE cresce mais de 7%
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 25 de janeiro de 2016 às 11:53

A União Europeia (UE) era responsável, no final de 2014, por 5,75 biliões de euros de investimento directo em países estrangeiros, um aumento de 7,6% em relação ao ano anterior.

Os dados divulgados esta segunda-feira pelo Eurostat referem que a posição líquida dos 28 países membros junto dos pares internacionais continua a ser positiva, com um saldo de 1,16 biliões de euros. Isto porque os parceiros extra-UE investiram 4,58 biliões de euros no velho continente, uma evolução de 9,6% em relação ao final de 2013.

Metade do investimento externo da UE foi protagonizada através de veículos de titularização, que por sua vez responderam por 63% do investimento feito pelos parceiros internacionais em países europeus.

Os Estados Unidos voltaram a ser o principal parceiro de investimento da UE, sendo o destino de 1,98 biliões de euros, ou 35% do total do valor alocado fora de portas pelos 28. Seguem-se outros países europeus (20%, incluindo a Suíça com 11%), o Brasil (6%) e o Canadá (5%).

Em sentido contrário, os norte-americanos foram também o principal investidor na União Europeia (40% do total investido, ou 1,81 biliões de euros), seguindo-se uma vez mais os europeus não pertencentes à União Europeia (22%, incluindo a Suíça com 11%).

Este indicador, divulgado pelo gabinete estatístico da União Europeia, é uma das ferramentas disponíveis para aferir a evolução e o impacto da globalização. 




Marketing Automation certified by E-GOI