Angola Isabel dos Santos: Acusações representam um "circo para esconder o passado negro da Sonangol"

Isabel dos Santos: Acusações representam um "circo para esconder o passado negro da Sonangol"

A empresária angolana reagiu às acusações que foram feitas sobre a sua gestão na Sonangol, afirmando que "o problema da Sonangol não é e nunca foi Isabel dos Santos".
Isabel dos Santos: Acusações representam um "circo para esconder o passado negro da Sonangol"
Miguel Baltazar
Negócios 04 de março de 2018 às 21:16

Isabel dos Santos reagiu este domingo, num longo comunicado, às acusações de que foi alvo por parte da nova administração da Sonangol, afirmando que "não pode deixar de demonstrar a minha total indignação com a forma como, sob o título de "Constatações/Factos" foram feitas acusações e insinuações graves, algumas das quais caluniosas, contra a minha honra e contra o trabalho sério, profissional e competente que a equipa do anterior Conselho de Administração desenvolveu ao longo de 18 meses".

 

A empresária angolana considera que foi lançado um " ataque directo ao anterior Conselho, e à minha pessoa em particular, com insinuações e acusações directas de desonestidade", pelo que "não deixarei de tomar todas as medidas, e encetar todas as providências legais, adequadas e necessárias à protecção do meu bom nome e defesa dos meus direitos".

 

Sobre as acusações lançadas pelo actual presidente da Sonangol, Isabel dos Santos considera que "trata-se de nada mais que um circo, uma encenação! Procurar buscar um bode expiatório, para esconder o passado negro da Sonangol, e escolher fazer acusações ao anterior Conselho de Administração".

 

No longo comunicado onde refuta todas as acusações que foram lançadas sobre a anterior gestão da Sonangol, Isabel dos Santos considera que "as tentativas de Carlos Saturnino de reescrever a história são consequência, no meu entender, de um retorno em força da cultura de irresponsabilidade e desonestidade que afundaram a Sonagol em primeiro lugar".

 

A empresária adianta que existem "interesses financeiros que durante anos aproveitaram e construíram fortunas ilegítimas à custa da Sonangol, e agora tudo fazem para que o escândalo da minha acusação difamatória distraia a opinião pública de ver os verdadeiros responsáveis".

 

"Esta campanha generalizada e politizada contra mim faz-me acreditar que estão de retorno os interesses das pessoas que enriqueceram bilhões à custa da Sonangol. São estes que hoje fomentam e agitam a opinião pública de forma a poder retomar os seus velhos hábitos", refere a empresária, acrescentando que "o problema da Sonangol não é e nunca foi Isabel dos Santos, mas sim a irresponsabilidade da gestão e das entidades que beneficiarão de contratos leoninos e ganharam milhões, e hoje esperam poder continuar a gozar e viver desta prevaricação".

 

O Negócios publica hoje e amanhã uma entrevista exclusiva a Isabel dos Santos, onde a empresária angolana fala deste e de outros temas.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Rekorbp 05.03.2018

Chama-se a isto transferência de poder, para os actuais manterem e ganharem ou justificarem o seu poder terão de crucificar os anteriores, culpabiliza-los a melhor estratégia será acordar com o actual governo de modo a tentar manter algum do "status quo" anterior, o povo está sempre lixado seja um ou seja o outro.São jogos de poder, iguais em todo o lado, ela só têm de ver de onde poderá tirar vantagem e negociar se não vai ser uma guerra que vai custar milhões ou milhares de milhões.

pertinaz 05.03.2018

É VERDADE... O SATURNINO&CIA SÃO IGUAIS À ISABEL...

Anónimo 04.03.2018

Perguntaram quanto dinheiro da Sonangol esta depositado nos bancos da qual a Isabel é dona? Obvio que não. Sim a Sonangol recebia dividendos mas ficavam na conta dos bancos da Isabel. O problema de Angola e não Sonangol chama se Isabel. O povo não aguenta. Desaparece.

Anónimo 04.03.2018

Isabelinha, continuas a não perceber que o problema é teres sido TU a assumir o posto de PCA. Não só o teu pai, tu e a tua família roubaram a fortuna do país como ainda se acharam os únicos com capacidade para gerir empresas estatais. A Sonangol estava mal? Menina, teu tio Manuel Vicente criou vícios incríveis, simplesmente incríveis. Tratamento de fertilização para ter gêmeos, pagos pela Sonangol? Mas aí andas tu a dizer que a foi direcção anterior (que está lá de novo) que deixou a Instituição com um enorme buraco financeiro. Não dizes que foi o teu tio que te encheu os bolsos com os contractos com a Galp e outros onde tens interesses pessoais. A verdade é que o teu paizinho cercou-se de capangas no saque do país e com essa protecção vocês foram enriquecendo fabulosamente e agora em vez de saírem de finhinho, não, ainda querem dizer que Angola está melhor por causa de vocês. Eu no teu lugar estaria no estrangeiro a gerir os meus negócios e a viver a boa vida e ia a Angola de férias!

pub