Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Sousa diz que o direito ao voto defende-se exercendo-o

O secretário geral do Partido Comunista Português apelou hoje à participação dos portugueses nas eleições presidenciais, argumentando que o direito ao voto defende-se exercendo-o, após ter votado, em Pirescôxe, Santa Iria da Azóia, arredores de Lisboa.

Jerónimo Sousa diz que o direito ao voto defende-se exercendo-o
Lusa 23 de Janeiro de 2011 às 13:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
“Não quero antecipar resultados, aliás tenho de ser comedido nas declarações. Era importante que os portugueses votassem. Os direitos defendem-se exercendo-se”, afirmou Jerónimo de Sousa, eleitor D-32 da mesa número oito da assembleia de voto instalada no Grupo Desportivo de Pirescôxe.

Após exercer o direito “conquistado pelos portugueses no 25 de Abril”, pelas 11:45 horas e acompanhado pelos netos, Rui Pedro e Rita, o líder comunista escusou-se a antecipar consequências políticas deste sufrágio.

“Não sei o que vai na cabeça dos portugueses, mas, objetivamente, as eleições são para a Presidência da República, independentemente de qualquer consideração política mais desenvolvida”, disse, antes do almoço com a família – “um reencontro” depois da campanha eleitoral.

“Houve um esforço por parte de alguns candidatos, mas não quero ser juiz em causa própria”, concluiu, questionado sobre se os 13 dias de campanha eleitoral oficial tinham sido esclarecedores.

À eleição do Presidente da República concorrem o recandidato Cavaco Silva (PSD, CDS-PP e MEP), o deputado socialista, mas candidato independente, Defensor Moura, o deputado comunista Francisco Lopes (PCP e “Os Verdes”), o deputado regional madeirense José Manuel Coelho (Nova Democracia), o antigo deputado Manuel Alegre (PS, BE e PCTP/MRPP) e o independente Fernando Nobre.

Ver comentários
Saber mais Jerónimo sousa presidenciais eleições
Mais lidas
Outras Notícias