Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Sousa: PS, PSD e CDS levam “porco às costas” sem assumir responsabilidades

O secretário-geral do PCP acusou sexta-feira PS, PSD e CDS-PP, como signatários do acordo de assistência financeira com a troika, de levarem o "porco às costas", roubando "o bem comum", mas sem assumirem responsabilidades, referindo-se às privatizações.

Correio da Manhã
Lusa 21 de Setembro de 2013 às 11:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 41
  • ...

"Estes partidos fazem lembrar aquela velha anedota de um ‘amigo do alheio' que leva um porco às costas. Abordado pela polícia, ele sacode e diz ‘é um bicho, é um bicho'... Pois, nós devemos lembrar-lhes, não sacudam o porco!", afirmou Jerónimo de Sousa, num comício em Santiago do Cacém.

 

O líder comunista defendeu que as denominadas forças políticas do "arco da governação "não podem ter uma política na Assembleia da República e no Governo e outra no plano da concorrência para as autarquias".

 

Sobre o facto de a maioria governamental ter solicitado um encontro com o maior partido da oposição sobre pensões, o líder comunista nada disse.

 

Os líderes parlamentares de PSD e CDS-PP propuseram esta sexta-feira, 20 de Setembro, ao PS uma reunião para debater "as regras e regimes especiais de pensões", nomeadamente aplicáveis aos juízes do Tribunal Constitucional, mas o líder da bancada socialista, Carlos Zorrinho, disse que não "há nenhuma razão" para reuniões "fora do quadro parlamentar".

 

"Nesta pilhagem de recursos do país, deste Governo e dos que o antecederam, aí temos novos passos na política de privatizações, que aliena parcelas de soberania e transfere para as mãos de grupos privados, na sua maioria estrangeiros, o que deveria ser de todos e colocado ao serviço de uma estratégia de desenvolvimento", caracterizou, destacando a água, mas também os correios.

 

Para Jerónimo de Sousa, "o capital não só não tem pátria, como não tem sentimentos, é amoral e a sua lei suprema é o lucro".

 

Em Santiago do Cacém, o último domínio do litoral alentejano da Coligação Democrática Unitária (CDU), que une também "Os Verdes" e Intervenção Democrática, candidata o actual "vice", Álvaro Beijinha, enquanto o líder da autarquia, Vítor Proença, que já tinha completado três mandatos, "corre" agora para Alcácer do Sal.

Ver comentários
Saber mais Jerónimo de Sousa política Passos Coelho Seguro Paulo Portas
Outras Notícias