Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

John Kerry promete criar 10 milhões de empregos com corte de impostos

John Kerry, candidato dos Democratas às próximas eleições dos Estados Unidos, disse hoje que vai ajudar a criar 10 milhões de postos de trabalho em quatro anos, através da concessão de créditos fiscais a empresas que criem postos de trabalho nos EUA e eli

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 26 de Março de 2004 às 16:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

John Kerry, candidato dos Democratas às próximas eleições dos Estados Unidos, disse hoje que vai ajudar a criar 10 milhões de postos de trabalho em quatro anos, através da concessão de créditos fiscais a empresas que criem postos de trabalho nos EUA e eliminação de ajudas ao investimento no exterior.

Na sua principal proposta económica até agora, Kerry prometeu inverter a perda de postos de trabalho nos Estados Unidos. Desde que foi eleito presidente dos Estados Unidos, em 2001, Bush viu a maior economia do mundo perder 2,3 milhões de postos de trabalho.

Agora Kerry afirma que, se for eleito, acabará com a política fiscal do Governo americano de beneficiar as empresas que invistam no estrangeiro. Em troca propõe a redução da taxa de imposto sobre empresas de 35% para 33,25%.

«Nós temos um código fiscal que recompensa demasiado as empresas que investem no estrangeiro e não premeia as que estão a criar postos de trabalho na América», refere um comunicado do partido de Kerry, a antecipar o seu discurso desta noite em Detroit.

Bush utilizou o corte de impostos sobre os rendimentos individuais para tentar impulsionar o mercado de trabalho, estratégia que Kerry quer mudar ao reduzir os impostos sobre as empresas.

Segundo sondagens recentes o mercado de trabalho e a economia são os dois temas mais valorizados pelos eleitores americanos, mesmo mais que o terrorismo. Bush e Kerry estão empatados nas mesmas sondagens, quando falta oito meses para as eleições.

Outras Notícias