Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jorge Miranda diz que reunião Conselho de Estado é "tentativa desesperada" de Cavaco Silva

O constitucionalista Jorge Miranda classificou de "tentativa desesperada" a iniciativa do Presidente da República de reunir hoje o Conselho de Estado para debater a situação de Portugal após a intervenção da 'troika'.

Jorge Miranda: Corte definitivo dos subsídios não é inconstitucional
Lusa 20 de Maio de 2013 às 16:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Falando aos jornalistas à margem da conferência Troika Ano II, organizada pelo Instituto de Direito Económico Financeiro e Fiscal e pelo Instituto Europeu, para assinalar os dois anos da assinatura do memorando de entendimento da assistência financeira a Portugal, Jorge Miranda disse que a convocação do Conselho de Estado é "uma tentativa desesperada [de Cavaco Silva] depois do infeliz discurso do 25 de Abril", tentando, desta forma "voltar à mó de cima".

 

O constitucionalista acrescentou que, mesmo assim, as últimas declarações do Presidente da República, "ligando Nossa Senhora de Fátima à situação económica são de uma infelicidade enorme, possivelmente anticristãs, e nem se compreende invocar o nome de Deus em vão".

Para Jorge Miranda "falar em pós-'troika' neste momento não faz nenhum sentido", mas sim "no estado atual da 'troika' e na situação em que nós estamos", classificando-a de "uma coisa absolutamente inimaginável neste momento".

 

Segundo o constitucionalista, "há muitos sinais que o senhor Presidente deveria ter tido em conta", logo em 2009, quando "nunca deveria ter nomeado o Governo minoritário de [José] Sócrates, que se arrastou durante 18 meses penosamente quando deveria ter procurado, nessa altura, um grande Governo de coligação como aconteceu agora em Itália".

Ver comentários
Saber mais Jorge Miranda Conselho de Estado Cavaco Silva
Outras Notícias