União Europeia Juncker: Reunião entre Durão Barroso e Katainen é "não assunto"

Juncker: Reunião entre Durão Barroso e Katainen é "não assunto"

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, classificou hoje como um "não assunto" a polémica em torno de uma reunião entre Durão Barroso e o comissário Jyrki Katainen.
Juncker: Reunião entre Durão Barroso e Katainen é "não assunto"
Lusa 21 de fevereiro de 2018 às 11:13

"Isto é um não assunto", disse Juncker, questionado sobre a reunião durante uma conferência de imprensa. Para o presidente do executivo comunitário, "a reunião respeitou na íntegra as regras existentes na comissão, nunca dissemos que José Manuel Barroso não podia encontrar-se com comissários".

"A reunião foi tornada pública, em linha com as regras existentes", sublinhou.

O vice-presidente da Comissão Europeia Jyrki Katainen confirmou ter-se reunido em Outubro passado com Durão Barroso, em representação da Goldman Sachs, reavivando a polémica sobre a ida do antigo presidente do executivo comunitário para o banco de investimento norte-americano.

Jyrki Katainen inscreveu a reunião no dia seguinte a esta ter acontecido no livro de registo de transparência. No encontro com Durão Barroso foram abordadas questões de mercado e de defesa.

O banco garantiu na terça-feira, em comunicado, que Durão Barroso sempre se recusou a representar o banco de investimento junto de responsáveis da União Europeia (UE), salientando que quaisquer encontros ocorridos são do foro pessoal.

A contratação de Durão Barroso, em 2016, pelo banco norte-americano foi muito contestada pelo facto de este ter estado dez anos à frente do executivo europeu (2004-2014), mas a comissão de ética - ainda que tenha classificado a opção do ex-presidente como "pouco sensata" considerou que não violava as regras em vigor.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Dono dos Burros 21.02.2018

Forca para estes animais. É para esta Europa de Ladrões que que o indiano quer criar impostos? Desmantelamento desta URSE.

Anónimo 21.02.2018

O que me interessa saber é quanto dos meus descontos este mês vão para pagar este encrontro de lobby. No dia em que a contabilidade analítica seja aplicada aos nossos impostos os cidadãos vão perceber porque pagam tanto e recebem tão pouco em troca...

José Silva 21.02.2018

Tratou-se apenas de mais uma tentativa de condicionar Durõ Barroso , a favor de outros interesses . A posição de Durõ Barroso sempre causou muita inveja em bruxelas ( e não só) , por isso ataques desta ordem são recorrentes e "normais".

pertinaz 21.02.2018

CARREGA DURÃO... POR MUITO MAU QUE SEJAS, OS OUTROS SÃO BEM PIORES...!!!

pub