Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros da dívida da Irlanda disparam com corte do "rating"

A taxa de juro das obrigações irlandesas disparou esta manhã, depois de a Standard & Poor’s ter reduzido o “rating” da dívida irlandesa. Também a dívida portuguesa está a ser penalizada.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 25 de Agosto de 2010 às 09:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
Os investidores estão a exigir um prémio mais elevado para deter obrigações irlandesas em vez das alemãs, depois de a agência de notação de risco Standard&Poor's ter baixado a sua classificação para a dívida da Irlanda, para reflectir as maiores necessidades de reforço do capital do sistema financeiro do país.

Depois do corte do “rating” da Irlanda, o preço das obrigações do país caiu, levando a taxa de retorno da dívida com maturidade a dez anos a subir 15 pontos base, para 5,407%. Os juros das obrigações alemãs a dez anos sobem um ponto base para 2,186% e o prémio exigido pelos investidores para deterem a dívida da Irlanda em vez da alemã é agora de 322 pontos base.

Nos títulos com maturidades a dois anos, os juros das obrigações irlandesas avançam 42 pontos base para 2,792%, enquanto a Alemanha paga 0,587% no mesmo prazo.

“A Irlanda está na linha de fogo depois da revisão em baixa [do seu “rating”] e isso está a ajudar as obrigações alemãs”, disse o estratega de retorno fixo do RIA Capital Markets, Nick Stamenkovic, à Bloomberg.

A descida da notação da dívida irlandesa está também a pressionar o preço das obrigações dos países da periferia do euro.

No caso de Portugal, os juros das obrigações a dez anos estão a subir seis pontos base para 5,269% e o prémio de risco face à obrigações alemãs com a mesma maturidade está nos 308 pontos base. Nos títulos com maturidade de dois anos, os juros sobem 10 pontos base para 2,919%.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias