Economia Lagarde alerta para fragilidades da Zona Euro para enfrentar a próxima crise

Lagarde alerta para fragilidades da Zona Euro para enfrentar a próxima crise

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, advertiu hoje que a Zona Euro não está suficientemente preparada para a próxima crise e pediu um reforço do sistema bancário.
Lagarde alerta para fragilidades da Zona Euro para enfrentar a próxima crise
EPA
Lusa 28 de março de 2019 às 17:30

"A união monetária está efetivamente mais resiliente do que há 10 anos, mas ainda não o suficiente", afirmou Lagarde em Paris, numa conferência organizada pelo Banco de França, advertindo que as perspetivas para a economia mundial estão a degradar-se.

 

A dirigente do FMI lembrou que a Zona Euro "foi abalada por uma violenta tempestade durante a crise financeira mundial" de 2008 "e depois pela crise da dívida soberana da Zona Euro".

 

"Várias famílias e empresas ainda têm as dolorosas cicatrizes do ocorrido, fonte das disparidades económicas entre países-membros", sublinhou na conferência organizada por ocasião dos 20 anos da moeda única.

 

"O sistema bancário está mais seguro, mas não o suficiente", acrescentou, afirmando que "não seria errado dizer que a Europa tem sido lenta a produzir um ecossistema financeiro plenamente desenvolvido".

 

Para Lagarde, "agora é a hora de dar um novo impulso às finanças na Zona Euro".

 

"Aos 20 anos, chegou o momento de a zona euro dar novo impulso e terminar a união bancária e dos mercados de capitais", sublinhou.

 

Lagarde defendeu que se estabeleça "um sistema comum de garantia de depósitos" que seja financiado pelos bancos e não pelos contribuintes.

 

Para o conseguir, a União Europeia deve dotar-se de "um sistema bancário capaz de resistir a tempestades" para diversificar "os riscos no conjunto do ecossistema e fomentar o crescimento".

 

"Exorto os dirigentes da zona euro a reavivar o debate, a negociar de boa-fé e a fazer compromissos difíceis, para libertar todo o potencial da união bancária", disse a diretora-geral do FMI.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI