Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Líder da UGT quer manter "óptima relação" com a nova liderança do PS

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, que enquanto militante do PS apoiou a liderança de António José Seguro, manifestou-se confiante de que manterá "excelentes relações" com o candidato socialista a primeiro-ministro, António Costa.

Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 28 de Outubro de 2014 às 23:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Carlos Silva falava esta terça-feira no final de uma reunião com o Grupo Parlamentar do PS, no final da qual voltou a manifestar a sua rejeição face à proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2015.

 

Interrogado sobre a possibilidade de as relações instituições entre a UGT e PS serem agora afectadas por ter estado na primeira linha em defesa de António José Seguro nas eleições primárias deste partido, Carlos Silva contestou essa perspectiva.

 

"Absolutamente, de forma nenhuma, e devo dizer que as minhas relações com António Costa sempre se pautaram pela cordialidade - não confundo cordialidade com amizade - e já há muitos anos que nos conhecemos. Fiz uma opção, como fizeram muitos militantes do PS - e as minhas opções são respeitáveis, como são as de qualquer militante ou simpatizante" socialista, respondeu.

 

Na perspectiva de Carlos Silva, nas eleições primárias do PS, os militantes e simpatizantes deste partido tomaram uma decisão, "que foi por uma legitimação esmagadora" de António Costa.

 

"Sem pôr em causa António José Seguro - de quem continuo a ser amigo e com quem mantive uma relação de lealdade e de confiança -, naturalmente, já transmiti ao candidato socialista a primeiro-ministro (e que será confirmado nas primárias do PS de 22 de Novembro) que manterei com ele a disponibilidade de colaborar, conservando sempre o princípio: Aos sindicatos o que é dos sindicatos, aos partidos o que é dos partidos", disse.

 

De acordo com Carlos Silva, a UGT "tem o dever de lidar com todos os parceiros sociais e com todos os partidos, porque a disponibilidade da central sindical é para defender os interesses dos portugueses". "A ideia é manter uma óptima relação com o PS", declarou o secretário-geral da UGT, já depois de ter considerado que o encontro com o Grupo Parlamentar socialista "correu institucionalmente bem".

 

Questionado sobre se registou diferenças entre a anterior e a nova direcção da bancada socialista, Carlos Silva elogiou o presidente do Grupo Parlamentar do PS, Ferro Rodrigues, "homem que já desempenhou um conjunto de cargos de relevância no Estado Português".

 

"A UGT não veio aqui fazer a avaliação sobre uma nova liderança, mas trazer o testemunho das suas preocupações a quem representa o PS. E o PS recebeu-nos bem", concluiu Carlos Silva.

Ver comentários
Saber mais Carlos Silva Grupo Parlamentar do PS Orçamento do Estado PS António José Seguro António Costa
Mais lidas
Outras Notícias