Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lloyds vai pagar bónus aos funcionários apesar da crise

O presidente executivo do Lloyds, uma das instituições do Reino Unido que recebeu capital do Estado britânico, garantiu aos funcionários que o banco vai pagar os seus bónus referentes a este ano, avança hoje o jornal "Guardian".

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 21 de Outubro de 2008 às 15:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O presidente executivo do Lloyds, uma das instituições do Reino Unido que recebeu capital do Estado britânico, garantiu aos funcionários que o banco vai pagar os seus bónus referentes a este ano, avança hoje o jornal “Guardian”.

De acordo com a notícia avançada pelo jornal britânico, Eric Daniels assegurou que a intervenção do Governo de Gordon Brown não vai mudar o comportamento do banco, que tem em curso uma oferta de aquisição sobre o seu congénere HBOS.

No início da semana passada, o Reino Unido injectou 37 mil milhões de libras (47 mil milhões de euros) em três bancos do país, entre os quais o Lloyds, em troca de uma participação nas instituições.

Numa mensagem gravada, o líder do banco enfatizou que o grupo enfrentou “muito, muito poucas restrições” na sua actividade, apesar da “ajuda” do dinheiro dos contribuintes britânicos. O Reino Unido injectou 5,5 mil milhões de libras no Lloyds.

“Se pensarmos nisso, a primeira forma de restrição seria não pagar bónus. Bem, o Lloyds TSB vai pagar os bónus. Penso que o nosso pessoal fez um trabalho óptimo este ano. Não há razão para não o fazermos”, realçou Daniels, citado pelo jornal.

Na mesma mensagem enviada aos funcionários do banco, o presidente executivo da instituição destaca que o Governo concordou que o Lloyds era “diferente” do Royal Bank of Scotland e do HBOS, os outros dois bancos que receberam fundos do Reino Unido.

As acções do Lloyds seguiam a cair 0,58% para as 172,5 libras.

Ver comentários
Outras Notícias