Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Luta renhida entre PS e PSD/CDS na corrida para as europeias

O Partido Socialista (PS) e a coligação PSD/CDS-PP estão muito próximos nas intenções de voto para as eleições europeias, de acordo com o barómetro realizado em Março pela Aximage, para o Negócios e o "Correio da Manhã".

Pedro Elias
Marlene Carriço marlenecarrico@negocios.pt 25 de Março de 2014 às 20:17

Se é verdade que face ao último barómetro de Janeiro o PS ganhou terreno, ultrapassando o PSD/CDS nas intenções de voto, a verdade é que os partidos continuam numa disputa muito renhida para as europeias. No barómetro deste mês produzido pela Aximage, os socialistas conquistam 39,9% das intenções de voto, acima dos 37,4% conquistados pelo PSD e CDS/PP. Em termos práticos, porém, as intenções de voto não se distinguem, uma vez que a diferença é inferior à margem de erro de 3,6%.

 

Nesta mesma sondagem, o CDU aparece em terceira posição com 8,2% dos votos e o Bloco de Esquerda com 6,6%. 5,6% dos inquiridos votantes dizem que vão votar noutros partidos, que votam em branco ou nulo, e 2,3% ainda estão indecisos.

 

O grande vencedor destas próximas eleições, segundo o barómetro, será a "abstenção". Prevê-se que 62,3% dos eleitores nem sequer vá até às urnas. Já nas Europeias de 2009 a abstenção foi de 62,5%.

 

A disputa renhida entre socialistas e social-democratas já tinha sido antecipada, no final da semana passada, no barómetro também da Aximage mas relativo ao voto legislativo, que costuma ser um bom barómetro para as europeias. Naquela sondagem, os socialistas estavam a perder pontos e o PSD já só estava a 3,5 pontos de distância.

 

Mas de acordo com o agregador de sondagens (para as legislativas) de Pedro Magalhães, no início de Março o PS estava a uma distância de cerca de 10 pontos do PSD.

 

Um quinto dos inquiridos não sabia das Europeias

Em Março, 21,9% dos inquiridos pelo barómetro da Aximage não sabiam que ia haver eleições europeias a 25 do próximo mês de Maio. Ainda assim, registou-se um “aumento muito sensível” do conhecimento da realização das eleições para o Parlamento Europeu. Em Janeiro, 35,7% dos inquiridos desconhecia por completo a realização das eleições europeias.

 

Procurando perceber que indivíduos são os que desconheciam das europeias, conclui-se que a maior fatia são jovens entre os 18 e os 29 anos, que vivem em vilas do litoral, centro e sul.

 

Apesar de um quinto dos inquiridos não saber que as eleições se iriam realizar, praticamente metade (48,3%) considera “grande” a importância deste escrutínio.

 
FICHA TÉCNICA
Universo: Indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidores de telemóvel.
 
Amostra: Aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 755 entrevistas efectivas: 319 a homens e 436 a mulheres; 157 no interior, 333 no litoral norte e 265 no litoral centro sul; 190 em aldeias, 262 em vilas e 303 em cidades. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.
 
Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido nos dias 8 a 13 de Março de 2014, com uma taxa de resposta de 77,9%.
 
Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 755 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,018 (ou seja, uma “margem de erro” - a 95% - de 3,60%).
 
Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.
Ver comentários
Saber mais barómetro sondagem europeias Aximage PS PSD
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio