Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Maiores bancos japoneses afectados por falha de segurança Mastercard e Visa

O segundo maior banco do Japão, Mitsubishi Tokio Financial Group, e o UFJ, que no final do ano se vão juntar formando a maior instituição de crédito do mundo, alertaram os clientes das filiais de cartões de crédito de que poderão ter sido atingidos pela f

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O segundo maior banco do Japão, Mitsubishi Tokio Financial Group, e o UFJ, que no final do ano se vão juntar formando a maior instituição de crédito do mundo, alertaram os clientes das filiais de cartões de crédito de que poderão ter sido atingidos pela falha de segurança que pode levar à prática de fraudes em 40 milhões de cartões de crédito de todas as marcas.

A Mastercard, segunda maior empresa de cartões de crédito do mundo, alertou, na passada sexta-feira, as instituições financeiras de que detectou uma falha de segurança que poderá levar à prática de fraudes em cerca de 40 milhões de cartões de crédito de todas as marcas.

Num comunicado, a companhia referiu já ter notificado as instituições financeiras relacionadas com a falha de segurança, sendo que esta afecta 13,9 milhões de cartões com a marca Mastercard.

A falha ocorreu na CardSystems Solutions, uma companhia que faz os processamentos das transacções com cartões de crédito para as instituições financeiras e estabelecimentos comerciais.

Segundo a mesma fonte, as instituições financeiras estão a ser informadas acerca das contas que estão a ser afectadas por esta falha de segurança, e que a CardSystems Solutions já tomou as medidas para melhorar o seu sistema de segurança.

«Um ‘hacker’ acedeu à base de dados da CardSystems, instalou um ‘script’ que age como um virus e acede a informação sobre certos tipos de operações com cartões de crédito», disse uma fonte da Mastercard, citada pela CNN Money.

O UFJ confirmou à Bloomberg que a informação sobre alguns clientes detentores de cartões de créditos foi utilizada indevidamente. A instituição sedeada em Tóquio diz que vai contactar os clientes afectados e emitir novos cartões com novo número, sem adiantar o número de clientes atingidos pela fraude.

Os esquemas para roubar informação financeira confidencial são cada vez mais frequentes e sofisticados, levando os bancos a aumentarem os esforços de educação dos clientes para prevenirem situações de fraude.

Muitos clientes de bancos têm recebido e-mails fraudulentos, que têm como objectivo roubar a informação necessária para aceder às suas contas.

Ver comentários
Outras Notícias