Saúde Maioria dos hospitais portugueses cumpre critérios de excelência clínica

Maioria dos hospitais portugueses cumpre critérios de excelência clínica

O sistema de avaliação de hospitais da Entidade Reguladora da Saúde indica que das 160 unidades hospitalares abrangidas, 79% cumprem os critérios de qualidade para a atribuição do título de Excelência Clínica.
Maioria dos hospitais portugueses cumpre critérios de excelência clínica
Bruno Simões 23 de maio de 2017 às 11:52

O Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS), da responsabilidade da Entidade Reguladora da Saúde (ERS), registou um aumento do número de hospitais que apresentam Excelência Clínica. Segundo a ERS, dos 160 hospitais abrangidos pelo Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS), que correspondem a "praticamente todo o universo" hospitalar português, 126 (ou 79%) obtiveram "classificação na dimensão da Excelência Clínica".

 

A distinção de Excelência Clínica é atribuída às unidades quem cumprem "com todos os parâmetros de qualidade exigidos", isto é, os critérios "considerados essenciais para a prestação de cuidados de saúde com qualidade". Esse é o primeiro nível de classificação do SINAS. Quem o obtém pode depois aceder a um segundo nível de avaliação, que atribui uma, duas ou três estrelas a cada uma das áreas de avaliação, conforme a qualidade da prestação do serviço.

 

Nesse universo de 126 hospitais com Excelência Clínica, 112 hospitais conseguiram a atribuição da estrela correspondente ao primeiro nível de avaliação, de acordo com um comunicado enviado esta manhã às redacções. Estes resultados são relativos a "episódios de internamento com alta entre 1 de Julho de 2015 a 30 de Junho de 2016" e são baseados "em informação fornecida" pelos hospitais que depois é alvo de "auditorias periódicas e aleatórias" em que a ERS valida a informação.

 

É possível consultar a classificação de cada hospital nas diferentes categorias.

 

De acordo com a ERS, "estes resultados evidenciam uma melhoria nos valores médios dos indicadores avaliados, a que corresponde uma melhoria do cumprimento de alguns dos indicadores de processo associados a diferentes áreas cirúrgicas (Ginecologia, Cirurgia do Cólon e Cirurgia Vascular), nomeadamente nos relacionados com a selecção, administração e interrupção da antibioterapia profiláctica".

 

Também há uma "melhoria dos valores médios de alguns indicadores de processo específicos das áreas de Pediatria, Neurologia [relativos ao Acidente Vascular Cerebral], Cirurgia de Ambulatório, Cardiologia [referente ao Enfarte Agudo do Miocárdio], Unidade de Cuidados Intensivos e Cuidados Transversais [Avaliação da Dor Aguda e Tromboembolismo Venoso no Internamento]".

Adicionalmente, "em algumas áreas, o aumento gradual do desempenho médio em indicadores de processo vem-se verificando há vários anos, registando-se patamares de cumprimento entre os 90% e os 100%".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI