Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Maioria dos líderes empresariais descrê do próximo Governo

Seis dezenas de decisores revelam as suas convicções sobre as prioridades e as dificuldades para 2005. Empresários, gestores e economistas não deixam margem para dúvidas. As reformas estruturais são imperiosas, sem elas não pode haver crescimento económic

Eduardo Moura emoura@mediafin.pt 10 de Janeiro de 2005 às 08:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Seis dezenas de decisores revelam as suas convicções sobre as prioridades e as dificuldades para 2005. Empresários, gestores e economistas não deixam margem para dúvidas. As reformas estruturais são imperiosas, sem elas não pode haver crescimento económico.

Ao próximo governo não faltam reformas para executar mas os Decisores estão cépticos sobre a capacidade e qualidade da solução que decorrer das eleições. O ano de 2004 e o desempenho dos dois governos e respectivos ministros merecem também fortes críticas.

Os Decisores não têm dúvidas sobre as reformas prioritárias que o próximo governo deve concretizar. Com apenas uma excepção, todos os membros do Painel consideram mais importante concretizar a reforma da Administração Pública e garantir a celeridade da Justiça.

(leia mais no Jornal de Negócios de hoje)

Outras Notícias