Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mais de mil pessoas gritam contra a troika e o Governo no Porto

Mais de mil pessoas participam este sábado no Porto na manifestação contra a troika convocada para várias cidades do país gritando pela demissão do Governo.

100 mil manifestaram-se no Porto contra a austeridade
Lusa 01 de Junho de 2013 às 18:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 60
  • ...

Os manifestantes concentraram-se a partir das 15h30 na Cordoaria da cidade e desceram depois os Clérigos, dirigindo-se para os Aliados, ao som de palavras de ordem como: “Passos, escuta, o povo está em luta”, “FMI fora daqui” ou “Sai do passeio e vem para o nosso meio”.

 

Helena Morais, uma advogada de 26 anos, disse à Lusa estar na manifestação não por ela, mas “pelas pessoas que estão na miséria”.

 

“Estão a tirar tudo aos pobres e isso revolta-me. Conheço pessoas que estão a sofrer muito, é importante estarmos aqui para derrubar o Governo e mandar embora a troika”, afirmou.

 

Augusta da Conceição, de 77 anos e empunhando um cartaz onde se lê “Troika, go home” (Troika, vai para casa), disse que aquilo que a moveu para ir à manifestação foi ver que “há pessoas que estão em grandes dificuldades”. Acrescentou que se sentiu na obrigação de “seguir os outros nesta luta contra a troika”.

 

Os organizadores dizem que estão a participar na manifestação 2.500 a 3.000 pessoas, enquanto os agentes policiais no local referem mil a 1.500.

 

Dezenas de cidades portuguesas aderiram ao protesto europeu do movimento "Povos Unidos contra a troika" convocado para hoje.

 

Realizada em 102 cidades europeias de 18 países, a manifestação visa contestar as políticas que se têm desenvolvido nos países onde a troika do Banco Central Europeu, da Comissão Europeia e do Fundo Monetário Internacional tem intervenção.

Ver comentários
Saber mais troika ajuda externa manifestação
Outras Notícias