Economia Caldeira Cabral: A desvalorização do euro tem sido boa para Portugal

Caldeira Cabral: A desvalorização do euro tem sido boa para Portugal

O ministro da Economia olha com bons olhos para uma possível paridade entre o euro e o dólar. Em entrevista à Bloomberg, Manuel Caldeira Cabral admite que Portugal virou a página do crescimento e acredita que o país vai sair do procedimento de défices excessivos.
A carregar o vídeo ...
Bloomberg TV 23 de março de 2016 às 14:01

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, concedeu esta quarta-feira uma entrevista à agência Bloomberg onde falou sobre os atentados de Bruxelas, o crescimento da economia portuguesa, o euro, o sistema financeiro português e o "spread" da dívida portuguesa.

"Portugal teve que enfrentar a globalização com a especialização errada. Os últimos dez anos foram duros para o país. A estrutura das exportações é, agora, totalmente diferente. Por exemplo, duplicamos as nossas exportações para os Estados Unidos.  Estamos a registar um crescimento muito interessante", afirmou Caldeira Cabral, acrescentando que Portugal conseguiu "virar a página do crescimento".

O ministro da Economia acredita que, este ano, o país vai sair do procedimento de défices excessivos e alcançar um défice inferior a 3% do produto interno bruto.

Questionado sobre o spread da dívida portuguesa face às bunds (actualmente em 274 pontos base), Caldeira Cabral prevê que este valor vai diminuir ao longo deste ano. "Os mercados estão a começar a reconhecer que o spread está muito elevado", disse.


O responsável pela pasta da Economia sublinhou ainda que os "problemas do sistema bancário português estão a ser resolvidos". 


(Notícia em actualização)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI