Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Máquina fiscal portuguesa é das mais caras da OCDE

Portugal é um dos países da OCDE onde a máquina fiscal é mais pesada e cara. De acordo com números hoje divulgados pela organização sedeada em Paris, 1,68% do total das receitas fiscais cobradas pelo Estado português vai para o pagamento de custos adminis

Negócios 20 de Abril de 2006 às 13:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Portugal é um dos países da OCDE onde a máquina fiscal é mais pesada e cara. De acordo com números hoje divulgados pela organização sedeada em Paris, 1,68% do total das receitas fiscais cobradas pelo Estado português vai para o pagamento de custos administrativos relacionados com a arrecadação dos impostos.

Entre os 24 países seleccionados para a comparação, só a República Checa, a Holanda e a Eslováquia «gastam» mais receitas de impostos com a máquina fiscal.

O peso desproporcionado do Fisco é ainda confirmado pelo rácio entre o número de habitantes e funcionários da administração fiscal, 778, valor que coloca Portugal entre os menos «eficientes» ainda que mais perto do meio da tabela.

A título de comparação, a vizinha Espanha gasta 0,78% da receita fiscal para pagar os funcionários do sector e apresenta um rácio de 1.680, ou seja, existe um funcionário do Fisco para cada 1680 habitantes.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias