União Europeia Marcelo: Animam-me imenso as perspectivas para a economia e a sociedade grega

Marcelo: Animam-me imenso as perspectivas para a economia e a sociedade grega

O Presidente da República prestou esta terça-feira uma homenagem "à corajosa resiliência do povo grego", em Atenas, e manifestou-se confiante e animado com as perspectivas de evolução económica e social da Grécia.
Marcelo: Animam-me imenso as perspectivas para a economia e a sociedade grega
Pantelis Saitas/EPA
Lusa 13 de março de 2018 às 11:09

Numa declaração no Palácio Presidencial, em Atenas, onde foi recebido pelo Presidente da República Helénica, Prokopios Pavlopoulos, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou: "Chego à Grécia com sentimento de confiança e de crença no futuro".

 

"Animam-me imenso as perspectivas que se abrem para a economia e para a sociedade gregas, quando, daqui por poucos meses, em Junho, se concluir o Programa de Assistência Económica e Financeira, tal como ainda ontem [segunda-feira] reconheceu o presidente do Eurogrupo [Mário Centeno], no final de uma reunião em que foi saudada a conclusão da terceira revisão", acrescentou.

 

Marcelo Rebelo de Sousa está na Grécia desde segunda-feira, a convite do seu homólogo grego, para uma visita de Estado de dois dias e meio, acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e por deputados dos cinco maiores partidos com assento parlamentar.

 

Hoje, no início da sua intervenção no Palácio Presidencial, em nome do povo português, o chefe de Estado quis "prestar uma homenagem à corajosa resiliência do povo grego durante uma crise económica e financeira que a todos afectou de forma tão profunda".

 

No final, com Prokopios Pavlopoulos ao seu lado, Marcelo Rebelo de Sousa disse-lhe que a Grécia sempre pôde contar com o povo português, "nos momentos mais difíceis, como pode contar agora, que esses momentos se avizinham do seu termo".




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 13.03.2018

Tenho muito saibro contaminado nas traseiras do meu quintal. Ninguém, pessoa ou organização, quer aquilo para o que quer que seja. Não presta para nada. Até os vizinhos fugiram para longe só para não viverem perto daquilo. Contacto os meus amigos do PS em Lisboa e peço para eles decretarem que todo o cidadão tem que ter na sua posse 50 kg do meu saibro até ao final do ano, guardado num cofre da CGD. Criei um mercado com procura, decretada é certo, e completamente distorcido, a partir do nada, e para o qual sou o único ofertante. Os meus amigos do PS criam uma série de carreiras de supervisão e fiscalização de todas as actividades relacionadas com a compra, transporte e acomodação do meu "produto" por parte de todos os cidadãos do país. Como se não bastasse, o governo decreta que todas as autoestradas, IPs e ICs têm de ser reconstruídas recorrendo ao meu saibro. A economia nesse ano cresce 25%, o desemprego é nulo e o melhor é que eu enriqueço 250000%. Bem-vindos ao socialismo tuga.

Anónimo 13.03.2018

Marcelo vira casacas...

Anónimo 13.03.2018

O que pode decidir um corta fitas nas deslocações ao estrangeiro? é só uma figura decorativa , que virou a estrela dos selfies.
Enquanto ele andar no seu tour turistico o Costa manhoso esfrega as mãos de contente.

pub