Política Marcelo reage "favoravelmente" a ideia de entendimentos entre PS e PSD

Marcelo reage "favoravelmente" a ideia de entendimentos entre PS e PSD

O Presidente da República reiterou esta terça-feira satisfação pela disponibilidade demonstrada por PS e PSD para chegarem a consensos em áreas centrais da governação.
Marcelo reage "favoravelmente" a ideia de entendimentos entre PS e PSD
MIGUEL A. LOPES/Lusa
Negócios com Lusa 20 de fevereiro de 2018 às 13:45
De visita a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República abriu uma "excepção" ao falar de Portugal no estrangeiro para dizer que encara com satisfação a abertura de PS e PSD para consensos. 

"Reagi favoravelmente a uma ideia que penso, e penso desde sempre, que é boa para Portugal", disse Marcelo Rebelo de Sousa questionado sobre a opinião relativa à disponibilidade demonstrada por socialistas e sociais-democratas para alcançarem entendimentos sobre temas centrais para o país.

Esta segunda-feira, Marcelo recebeu Rui Rio em Belém, no primeiro encontro com o novo líder do PSD. Depois da reunião com Marcelo, Rio mostrou-se disponível para dialogar com todos os partidos e adiantou que irá encontrar-se mais vezes com o Presidente. Esta terça-feira Rio reuniu-se com o primeiro-ministro, António Costa, a partir das 12:00. 


Já sobre a visita a São Tomé, Marcelo defendeu que as relações com este país devem "subir para um patamar mais ambicioso" porque se trata de um país com "prioridade estratégica" para Portugal.

"A minha vinda aqui visa traduzir o subir de um patamar mais ambicioso no relacionamento entre as nossas pátrias", disse, justificando que "São Tomé e Príncipe é uma prioridade estratégica para Portugal", tal como "Portugal é uma prioridade estratégica para São Tomé".

Marcelo Rebelo de Sousa falava após um encontro de cerca de meia hora com o seu homólogo são-tomense, Evaristo Carvalho, no âmbito da visita de Estado de três dias que hoje iniciou ao país africano. É preciso agora "estudar e preparar novas fórmulas" para reforçar a cooperação entre os dois países, defendeu.

Marcelo Rebelo de Sousa foi recebido no Palácio do povo por Evaristo Carvalho, com honras militares e uma actuação do grupo tradicional Tragédia de Marquês de Mântua de Mine Riboquino.



pub