Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mariano Rajoy: Estabilidade financeira é "urgente" e "prioritária"

O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, considerou hoje "urgente" e "prioritário" que a União Europeia garanta a estabilidade financeira e apelou à intervenção do Banco Central Europeu (BCE), sem o nomear.

Lusa 21 de Maio de 2012 às 22:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
Em conferência de imprensa em Chicago durante a cimeira da Nato, Rajoy fez referência à reunião extraordinária dos 27 líderes europeus que se realiza na quarta-feira em Bruxelas e mostrou-se disponível para debater tudo, incluindo as "eurobons" (obrigações europeias), mas deixou claro que o importante é "tomar decisões" que possam entrar em vigor em 24 horas.

"O mais urgente é garantir a estabilidade financeira, que quando um país tenha dívida a vencer possa refinanciá-la. O mais urgente é que quando uma entidade financeira tenha dívida a vencer também possa recorrer aos mercados e refinanciá-la. Isso pode fazer-se muito rápido, não precisa de debates, nem de grandes discussões", afirmou Rajoy.

Para o governante espanhol esse seria precisamente o problema das "eurobonds", uma iniciativa que defende o governo francês e que o líder do PSOE (Partido Socialista espanhol), Alfredo Pérez Rubalcaba, quer que Espanha apoie em Bruxelas.

As "eurobons" exigiriam um amplo debate até se determinar a fórmula adequada e não poderiam aplicar-se por vários anos e hoje o "urgente" é garantir a sustentabilidade da dívida para que o seu pagamento não se transforme num problema, sublinhou o líder do executivo de Madrid.

Rajoy voltou a destacar que, para crescer, é imprescindível cortar o défice, continuar as reformas estruturais e sanear o sistema financeiro. Mas sublinhou que, neste momento, "o principal factor de crescimento é a estabilidade financeira", acrescentando que "na vida há que definir prioridades e esta é a prioridade".

"Os problemas do momento hoje passam por continuar a reduzir o défice público, continuar a fazer reformas em casa e garantir a estabilidade financeira e a sustentabilidade da dívida", afirmou.
Ver comentários
Saber mais Mariano Rajoy espanha
Outras Notícias