Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Medidas orçamentais devem atenuar profundidade da recessão ao longo de 2009

O governador do Banco de Portugal, Vitor Constâncio, considera que as medidas orçamentais já anunciadas pelo Governo ainda não produziram o seu efeito, mas ao longo de 2009 deverão contribuir para controlar "o ritmo de recessão."

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2009 às 11:58
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...
O governador do Banco de Portugal, Vitor Constâncio, considera que as medidas orçamentais já anunciadas pelo Governo ainda não produziram o seu efeito, mas ao longo de 2009 deverão contribuir para controlar “o ritmo de recessão.”

Vitor Constâncio, que falou à margem de um encontro que a CIP está a realizar com associações de empresários salientou que o ano de 2009 vai ser de recessão mundial “o que acontece pela primeira vez desde a 2ª Guerra Mundial com consequências que se prolongarão em 2010, onde pode já haver um crescimento positivo relativamente fraco.”

“No quarto trimestre houve um colapso do comércio mundial. Esperamos que não continue ao mesmo ritmo até porque as medidas que foram tomadas pelos Governos e bancos centrais começam a produzir efeito”, salvaguardou o governador.

“As medidas orçamentais ainda não se concretizaram devidamente. Ao longo de 2009 esperamos que produzam os seus efeitos e controlem o ritmo de recessão”, acrescentou a mesma fonte.

Ver comentários
Outras Notícias