Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Membros do BoE pedem mais autoridade ao governo

Os membros do Banco de Inglaterra (BoE) votaram de forma unânime que a autoridade monetária teria de pedir ao governo mais poderes para criar dinheiro, numa tentativa de estimular a economia.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2009 às 12:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os membros do Banco de Inglaterra (BoE) votaram de forma unânime que a autoridade monetária teria de pedir ao governo mais poderes para criar dinheiro, numa tentativa de estimular a economia.

O Comité de Política Monetária do BoE votou com oito votos contra um que a autoridade devia cortar da taxa de juro para 1% na última reunião. O único voto contra esta medida foi do membro David Blanchflower que pretendia um corte de juro mais acentuado, segundo as minutas da reunião citadas pela Bloomberg.

Blanchflower pretendia uma redução da taxa de referência mais acentuada de forma a que esta registasse uma valor tão baixo quanto possível “sem atrasos”.

No entanto, as minutas sugerem que os cortes de juros estão a tornar-se menos eficazes, o que está a levar o BoE a recorrer a medidas sem precedentes para reavivar a economia britânica da sua pior recessão desde 1980.

Esta é a razão que leva a que os membros do BoE pretendam pedir mais autoridade ao governo inglês.

O governador do Banco de Inglaterra, Mervin King, deverá debater esta questão com o ministro das Finanças, Alistair Darling, dentro de poucos dias, divulgou o porta-voz do Tesouro britânico.

“Dado que novos cortes da taxa de juro podem não injectar estímulos suficientes, o comité terá de usar medidas políticas alternativas”, segundo as minutas da reunião realizada no dia cinco deste mês.

“Neste sentido, o comité concordou unanimemente que o governador devesse escrever ao ministro para procurar autoridade para conduzir a compra de activos do governo e outros, financiada pela criação de dinheiro do banco central.”

Ver comentários
Outras Notícias