Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mercado imobiliário português é dos menos inflacionados

Portugal é uma das economias da Zona Euro menos vulneráveis a uma correcção no mercado imobiliário, o que decorre do mercado residencial nacional ter sido o segundo que menos inflacionou desde 2000, ficando atrás apenas da Alemanha. O mesmo é verdade para

Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 20 de Dezembro de 2007 às 00:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Portugal é uma das economias da Zona Euro menos vulneráveis a uma correcção no mercado imobiliário, o que decorre do mercado residencial nacional ter sido o segundo que menos inflacionou desde 2000, ficando atrás apenas da Alemanha. O mesmo é verdade para a valorização registada em 2006, revelam números divulgados a semana passada pelo Banco Central Europeu (BCE).

O que foram más notícias para os investidores e promotores imobiliários nos últimos anos, traduzem-se agora num dos poucos elementos a melhor resguardar a economia nacional às pressões da crise.

A habitação é uma das principais correias de transmissão entre a economia financeira e a economia real. Por um lado, a construção é responsável por cerca de 50% do investimento total português e o sector representa uma fatia importante do emprego. Por outro lado, as famílias altamente endividadas, em muitos casos para compra de habitação, consideram ainda assim estar mais ricas ao terem investido numa casa.

Uma depreciação dos preços prolongaria a agonia em que tem estado o sector da construção - travando o crescimento e o emprego - e reduziria a riqueza global das famílias.

Mais lidas
Outras Notícias