Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Merkel indica Joachim Gauck como candidato a Presidente da República

A Chanceler alemã Angela Merkel (na foto) nomeou Joachim Gauk, activista pró-democracia da antiga Alemanha de Leste, como novo candidato para a presidência da república da Alemanha.

Andreia Major amajor@negocios.pt 20 de Fevereiro de 2012 às 10:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Joachim Gauck é o novo candidato para presidente da Alemanha, recomendado pelo governo e pela oposição para suceder a Christian Wulff, após este se ter demitido devido a um escândalo de alegada corrupção.

Gauck, pastor protestante, já era o preferido dos alemães, mesmo depois de ter perdido, em 2010, a eleição indirecta contra o democrata-cristão, de acordo com a Bloomberg.

Na altura Wulff candidatou-se com o apoio dos sociais-democratas do SPD e dos Verdes, enquanto Wulff era o candidato da maioria governamental, formada pelos democratas-cristãos de Angela Merkel e pelos liberais do FDP, tendo acabado por perder, ainda que só à terceira volta.

O candidato indicado para a presidência da República Federal alemã tem 72 anos e irá enfrentar eleições no dia 18 de Março pela segunda vez em menos de dois anos, após ter perdido em 2010 para Christian Wulff, candidato do partido de Merkel.

Wulff demitiu-se no passado dia 17 de Fevereiro devido a suspeitas de corrupção. Em causa terão estado alegados favores que o responsável terá feito, enquanto presidente da região da Baixa Saxónia, entre 2003 e 2010.

Christian Wulff negou as acusações de que está a ser alvo, porém acabou por se demitir depois de ter sido bastante pressionado.

O nome do novo candidato a presidente esteve ligado durante muitos anos ao rescaldo da ditadura comunista, por ter assumido o cargo de director dos arquivos da polícia política da Alemanha de Leste (RDA), a STASI, a 3 de Outubro de 1990, dia da reunificação da Alemanha, na sequência da queda do Muro de Berlim.

Até ao ano 2000, altura em que deixou estas funções, Gauck tornou-se o rosto mais conhecido do movimento democrático leste-alemão, mas recusou sempre convites para ocupar cargos políticos.

Em 1989, pouco antes da queda do Muro de Berlim, e quando a resistência ao regime começou a formar-se, aproveitando alguma abertura, Gauck surgiu como porta-voz do Novo Fórum, o primeiro movimento legal de oposição ao regime na RDA.

“As questões centrais na vida pública de Joachim Gauk têm sido a liberdade e a responsabilidade, e é isso que me liga a ele pessoalmente, apesar das nossas diferenças”, disse Merkel aos repórteres em Berlim ontem à noite.

Gauck será eleito através de voto secreto pela Convenção Federal, um órgão criado exclusivamente para esse fim. A convenção é constituída por todos os membros do Bundestag, bem como igual número de delegados escolhidos pelas assembleias legislativas dos Länder (estados).

A primeira residência oficial do Presidente é o Palácio Bellevue, em Berlim, e a segunda residência oficial é a Villa Hammerschmidt, em Bonn.



Ver comentários
Saber mais Alemanha Angela Merkel Presidente Joachim Gauk Christian Wulff
Outras Notícias