Saúde Metade das farmácias em risco de fechar

Metade das farmácias em risco de fechar

A universidade de Aveiro fez um estudo para a Associação Nacional de Farmácias e chegou à conclusão que em 2012 os prejuízos eram de 11 milhões de euros, de acordo com o Correio da Manhã.
Metade das farmácias em risco de fechar
Bruno Simão/Negócios
Negócios 07 de julho de 2014 às 08:45

Das 2.915 farmácias existentes, metade está em risco de fechar, devido a perdas elevadas. Segundo a edição desta segunda-feira, 7 de Julho, do Correio da Manhã, o sector terminou o ano de 2012 com um prejuízo de 11 milhões de euros sendo que as perdas por farmácia em média eram, nesse ano, de 3757 euros.

 

O jornal, que cita um estudo da universidade de Aveiro para a Associação Nacional de Farmácias, diz que o investigadores acreditam que no ano passado esta situação ter-se-á agravado e que cada estabelecimento deverá ter atingido em média perdas de 8.703 euros, num total de mais de 25 milhões de euros.

 

O mesmo estudo atribui esta situação à política de descida dos preços dos medicamentos nos últimos anos. A pior situação verifica-se nas farmácias mais pequenas, com uma facturação média anual de 375 mil euros e quatro empregados. 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI