Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Metropolitano de Lisboa reforça medidas de segurança

O Metropolitano de Lisboa reforçou hoje as medidas de segurança nas estações e carruagens, depois dos atentados terroristas no metro de Londres que vitimaram pelo menos 33 pessoas e provocaram ferimentos em mais de 300.

Negócios negocios@negocios.pt 07 de Julho de 2005 às 17:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Metropolitano de Lisboa reforçou hoje as medidas de segurança nas estações e carruagens, depois dos atentados terroristas no metro de Londres que vitimaram pelo menos 33 pessoas e provocaram ferimentos em mais de 300.

Segundo Nuno Soares do Metropolitano de Lisboa, á agência Lusa, a empresa procedeu a uma "adequação das medidas de segurança", em articulação com a polícia.

Escusando-se a adiantar pormenores sobre o número de efectivos destacados no âmbito desta operação, Nuno Soares adiantou apenas que "há uma atenção permanente à evolução dos factores de risco".

"Houve uma adequação das medidas de segurança como acontece sempre que os factores de risco são alterados em relação ao que é normal, por circunstâncias nacionais ou internacionais", referiu.

Os atentados terroristas de 11 de Setembro de 2001 em Nova Iorque e Washington (EUA) e de 11 de Março do ano passado em Madrid (Espanha) levaram também o Metropolitano de Lisboa a aumentar a segurança, uma operação realizada igualmente durante o campeonato europeu de Futebol Portugal2004, adiantou.

Hoje de manhã, quatro explosões quase simultâneas no metropolitano de Londres causaram, pelo menos, 33 mortos e 345 feridos, desconhecendo-se ainda o balanço da explosão registada num autocarro, de acordo com a polícia inglesa.

A televisão britânica Sky News cita uma "fonte segura mas não oficial" para indicar que mais de 45 pessoas morreram e 1.000 ficaram feridas.

Outras Notícias