Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Francisco Assis: “Miguel Relvas foi vítima de actos inaceitáveis”

Deputado do PS critica “rapaziada” com comportamento “arrogante e intolerante”.

Sérgio Lemos/Correio da Manhã
Negócios 21 de Fevereiro de 2013 às 08:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 123
  • ...

Os protestos que esta semana obrigaram Miguel Relvas a sair da conferência da TVI sem discursar foram protagonizados por um “pequeno grupo de estudantes ululantes” que tiveram um comportamento “arrogante e intolerante”.

 

Quem o diz é Francisco Assis, deputado do Partido Socialista (PS), num artigo de opinião que hoje assina no "Público", onde sai em defesa do ministro de Estado e dos Assuntos Parlamentares.

 

Assis diz que “essa rapaziada, com a minúscula desculpa de uma certa inconsciência, usou de uma violência incompatível com a afirmação do primado da liberdade”, quando forçou o ministro a sair sem ter tido oportunidade de discursar.

 

Para Francisco Assis “Miguel Relvas foi vítima de actos civicamente inaceitáveis e, por isso mesmo, condenáveis. Ponto final”.

 

Também José Alberto Carvalho, director de informação da TVI, que esta semana organizou uma conferência sobre o futuro do jornalismo para assinalar o seu vigésimo aniversário, lança críticas aos estudantes.

 

Numa entrevista concedida hoje ao “Público” diz que os estudantes estavam lá “com toda a legitimidade” mas que “a nossa liberdade não pode impedir os outros de se exprimirem”.

Ver comentários
Saber mais Migual Relvas ISCTE protestos conferência 20 aos da TVI
Mais lidas
Outras Notícias