Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ministério dos Negócios Estrangeiros cortou 13% na despesa em dois anos, garante Portas

Orçamento do Ministério dos Negócios Estrangeiros para 2013 contempla 260 milhões de euros, abaixo dos 300 milhões de 2011.

Bruno Simões brunosimoes@negocios.pt 26 de Outubro de 2012 às 20:22
O Ministério liderado por Paulo Portas tem cortado despesas todos os anos, afiança o líder do CDS. "Quando foi apresentado o Orçamento do Estado para 2013, alguns sugeriram que o MNE tinha um acréscimo de despesa. Se isso fosse verdade eu não estaria aqui", atirou.

De acordo com o ministro, o orçamento do Ministério foi, no Orçamento do Estado para 2011, de 300 milhões de euros, no de 2012 já se cifrou em 266 milhões de euros e, na proposta de OE para 2013, a despesa prevista é de 260 milhões de euros. "É uma redução de despesa, no conjunto dos dois anos, de 13%", destacou.

Reduções que acontecem no ministério em que "se aloja a rubrica da dívida a instituições internacionais", que Portas descreve como uma "herança pesada".

Recorde-se que Portas tem insistido em cortes na despesa, em sede orçamental, que possam aliviar o aumento da carga fiscal.
Ver comentários
Saber mais Paulo Portas Ministério dos Negócios Estrangeiros despesa Orçamento do Estado
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio