A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ministro admite redução de pessoal na CP e confirma aumentos até 4,5% nos transportes

O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça, admitiu hoje a possibilidade de haver uma redução de pessoal na CP, privilegiando as rescisões por mútuo acordo, mas garante que não está em causa nenhum processo de despedimento.

Lusa 19 de Dezembro de 2010 às 20:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça, admitiu hoje a possibilidade de haver uma redução de pessoal na CP, privilegiando as rescisões por mútuo acordo, mas garante que não está em causa nenhum processo de despedimento.

Em declarações aos jornalistas em Alcácer do Sal, onde inaugurou a variante ferroviária Alcácer-Grândola, António Mendonça admitiu ajustamentos no plano laboral mas garantiu que todos esses ajustamentos serão feitos através de concertação e de rescisões por mútuo acordo.

“A nossa preocupação é com a sustentabilidade das empresas. As empresas de transportes, por várias razões (…), têm problemas de sustentabilidade económica e financeira. A nossa preocupação é criar as condições para essa sustentabilidade económica e financeira se realize. Isso é que garante os postos de trabalho, não tenhamos ilusões”, disse.

António Mendonça referiu que “entradas e saídas de trabalhadores nas empresas acontecem em todas as situações, seja nos momentos de expansão ou de recessão económica. São ajustamentos normais na vida das empresas”.

“Naturalmente que, num quadro de dificuldades económicas, as preocupações aumentam, mas a nossa preocupação fundamental, é uma preocupação de garantir condições de sustentabilidade e de viabilidade económica das empresas”, acrescentou.

António Mendonça assegurou, no entanto, que o governo está preocupado com a manutenção dos postos de trabalho e com o reforço das próprias condições de segurança dos postos de trabalho.

Confrontado com as notícias de um aumento dos transportes em 2011, António Mendonça revelou que será disponibilizada toda a informação na próxima segunda ou terça-feira, mas confirmou que haverá um “aumento de cerca de 3,5% para os passes sociais e de 4,5% para as tarifas, no seu conjunto”.

Ver comentários
Outras Notícias