Finanças Públicas Ministro da Economia diz que fiscalidade não afasta investidores estrangeiros  

Ministro da Economia diz que fiscalidade não afasta investidores estrangeiros  

Manuel Caldeira Cabral, em entrevista à TSF, diz que o que preocupa as empresas não é "mais 0,1 em taxas de imposto", mas sim "ter condições de trabalho em Portugal".
Ministro da Economia diz que fiscalidade não afasta investidores estrangeiros  
Miguel Baltazar
Paulo Zacarias Gomes 03 de fevereiro de 2016 às 10:33

Numa semana que poderá ser determinante para a passagem do Orçamento do Estado em Bruxelas e em que o Governo admite medidas extraordinárias sobre os sectores da banca, automóvel e combustíveis para convencer a Comissão, o ministro da Economia defende que os níveis de fiscalidade do País não afastam nem atraem o investimento estrangeiro em Portugal.


"Não vemos estas empresas estarem preocupadas com mais 0,1 em taxas de imposto, isso é o que não as preocupa. O que as preocupa é ter condições de trabalho em Portugal", argumenta Manuel Caldeira Cabral em entrevista à TSF difundida esta quarta-feira.


"Não são os níveis de fiscalidade que dissuadem ou atraem estes grupos internacionais. O que os atrai é o acesso a estas condições de trabalho e de competitividade que Portugal pode oferecer", acrescenta, especificando entre elas a infra-estrutura tecnológica, mão-de-obra qualificada, ausência de burocracia e confiança no sistema político e público.


De acordo com aquela rádio, o ministro refere que "os investidores estão a confiar no país" e na "capacidade de o Governo alterar o processo de consolidação, mudando o rumo da austeridade, e fazer uma política que mantém contas públicas saudáveis mas permite espaço para o investimento privado".


As declarações de Caldeira Cabral foram feitas no dia em que o Governo assina com a francesa Mecachrome Aeronáutica o contrato de investimento daquela empresa em Évora, que ascenderá a mais de 30 milhões de euros para criar 300 postos de trabalho e beneficiará de "incentivos do Estado negociados através da AICEP e outros baseados no fundos comunitários".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI