Política Montenegro: Aproximação ao PS "está a servir para branquear" a atitude do Governo

Montenegro: Aproximação ao PS "está a servir para branquear" a atitude do Governo

O ex-líder parlamentar do PSD Luís Montenegro criticou hoje duramente a estratégia seguida pela direcção do partido na relação com os deputados e na aproximação ao PS, enquanto Carlos Abreu Amorim sugeriu a Rui Rio um pedido de desculpas.
Montenegro: Aproximação ao PS "está a servir para branquear" a atitude do Governo
Lusa
Lusa 08 de março de 2018 às 13:53

A reunião do grupo parlamentar do PSD, que ainda decorre, começou com uma intervenção do presidente do partido, Rui Rio, na primeira vez que se juntou à bancada social-democrata, e que terminou sem palmas, ao contrário do que era habitual com o anterior líder, Pedro Passos Coelho.

 

De acordo com relatos feitos à agência Lusa, entre as intervenções mais duras contam-se, até agora, as de Luís Montenegro, Teresa Morais e Carlos Abreu Amorim.

 

Luís Montenegro, que já admitiu poder vir a candidatar-se à liderança, considerou que a estratégia de Rui Rio de aproximação ao PS "está a servir para branquear" a atitude do Governo no passado, dizendo que foram sempre os socialistas que não quiseram dialogar com o PSD.

 

"A posição de Costa é um insulto ao diálogo partidário", afirmou Montenegro, considerando que o líder do PS e primeiro-ministro "anda a gozar" com o PSD.

 

"O que o PS fará connosco é o que o PCP e o BE deixarem", afirmou.

 

Por outro, o antigo líder parlamentar do PSD pediu a Rui Rio que seja capaz de motivar os deputados, considerando que estes não podem ser "convencidos à força" e frisou que a sua motivação será "o maior crédito" para o sucesso do seu caminho.

 

Por outro lado, Carlos Abreu Amorim, antigo vice-presidente da bancada do PSD, destacou a "atitude grandiosa" de Fernando Negrão na semana passada, quando o líder parlamentar pediu desculpas aos deputados por alguns excessos de linguagem e sugeriu ao presidente do partido que faça o mesmo.

 




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Pensava q o Rio fosse mais esperto... 08.03.2018

Em vez de tb querer ser muleta fizesse oposição a este patife de PM q para salvar a pele da derrota eleitoral agarrou-se ao partido comunista!Está visto q esta maioria de esq governa-se a si própria e contenta-se c/as migalhas de subsídios á custa de mais impostos e mais dívida!

Carrega, RIO ! 08.03.2018

RIO, usa a vassoura, lixívia, mata-ratos, sheltox ou o q quer que seja.
Não importa o q seja.
Corre é com esta chusma de parasitas, q andaram a adular, durante 4 anos e meio de pesadelo, um canalha q vendeu, ao desbarato, o melhor do país, na sua deriva ultraliberal da extrema direita económica.

ANDA RESSABIADO PQ SABE Q IRÁ SER CORRIDO 08.03.2018

A partir de qd é q este inútil se convence q o seu parasitismo ( à custa do dinheiro dos contribuintes ) terminou e q agora terá de se fazer à vida e ir produzir alguma coisa ?
O teu tempo de viver à sombra da política pela política acabou, assim como o reinado do teu guru, o LADRÃO DA TECNOFORMA.

policia/GNR, militares velhinhos 60 anosS/Corte 08.03.2018

SENDO ASSIM LEVA A BICICLETA

ver mais comentários
pub