Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Moody’s corta "rating" de 16 bancos espanhóis (act)

Agência de notação financeira reduziu o rating de 16 bancos espanhóis, efectuando cortes entre um e três níveis.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 17 de Maio de 2012 às 21:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
A Moody´s anunciou esta noite, depois do fecho de Wall Street, o corte ao “rating” de 16 bancos espanhóis, citando a deterioração do perfil de crédito de cada uma das instituições, bem como da capacidade do Governo espanhol em conceder apoio ao sector financeiro.

A agência, que a 15 de Fevereiro tinha colocado os “ratings” dos bancos em revisão, explica a decisão de hoje também com o aumento do crédito malparado, bem como a deterioração da actividade económica em Espanha, que está já em recessão e a crescente dificuldade de os bancos acederem aos mercados para se financiarem.

Como factores positivos e evitar descidas mais profundas na notação financeira a agência cita o apoio do BCE ao sector financeiro, bem como as medidas implementadas pelo Governo espanhol para reforçar os indicadores dos bancos

O “downgrade” surge depois de, também esta semana, a Moody’s ter cortado o “rating” de 26 bancos italianos e de a 13 de Fevereiro ter reduzido a classificação da dívida da Espanha.

Os cortes aos 16 bancos têm dimensões diferentes, variando entre um e três níveis. Os bancos afectados têm agora “ratings” entre A3 e Ba3, sendo que esta última já está na categoria de lixo.

Os maiores bancos espanhóis – BBVA e Santander – foram ambos cortados em dois níveis e têm agora uma classificação igual à de Espanha: A3. Também neste grupo de bancos com rating no último nível de A surge o CaixaBank, que é o maior accionista do BPI.

Há duas semanas já a Standard & Poor's tinha descido o rating da banca espanhola, deixando várias entidades no nível de lixo, antecipando-se que possa emitir uma nova comunicação antes do final deste mês.

A Bankia, nacionalizada pelo Estado, continua a ser a entidade em situação mais delicada com notícias de fuga de mil milhões de euros em depósitos - que entretanto o Governo desmente - e uma queda profunda na bolsa. Hoje os títulos chegaram a cair 29%.

Ver comentários
Saber mais Moody’s Espanha
Mais lidas
Outras Notícias