Política Morreu dirigente histórico do PS Edmundo Pedro

Morreu dirigente histórico do PS Edmundo Pedro

Edmundo Pedro, militante antifascista, fundador e dirigente histórico do PS, morreu hoje, em Lisboa, aos 99 anos, disse à agência Lusa fonte do Partido Socialista.
Morreu dirigente histórico do PS Edmundo Pedro
Lusa 27 de janeiro de 2018 às 18:39

Nascido a 8 de Novembro de 1918, no Samouco, concelho de Alcochete, Setúbal, foi preso pela primeira vez aos 15 anos, por participar na organização da greve geral de 1934.

Aderiu ao PCP na década de 1930, onde conheceu Álvaro Cunhal, o líder histórico dos comunistas portugueses, e foi, com o seu pai, Gabriel, um dos primeiros presos políticos do Campo de Concentração do Tarrafal, em Cabo Verde, em 1936.

Afastou-se do PCP em 1945, e participou em vários movimentos armados, para tentar derrubar o regime.

Em 1973, foi um dos fundadores do Partido Socialista, ao lado de Mário Soares.

Após o 25 de Abril, tornou-se deputado e foi também presidente da RTP, em 1977 e 1978.

Dirigentes do PS afirmaram à Lusa que Edmundo Pedro esteve hospitalizado há cerca de duas semanas e, apesar de debilitado, mantinha-se lúcido.

A poucos meses de cumprir o 100.º aniversário, dizia, a amigos e familiares, que ambicionava fazer 100 anos, segundo testemunho à Lusa de militantes e dirigentes do PS.

Há pouco menos de um ano, numa entrevista ao jornal i, em 09 de fevereiro, Edmundo Pedro confessava que teve uma "vida fantástica", e que, se era "uma questão de gostar", gostaria de viver até aos 150 anos.

Não foi ainda anunciada a data das cerimónias fúnebres do dirigente histórico socialista.




Saber mais e Alertas
pub