Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Morreu ex-número dois de Merkel

Além de vice-chanceler, o também antigo líder do partido FDP tinha assegurado a condução das relações exteriores da Alemanha durante quatro anos. Morreu esta sexta-feira em Colónia aos 54 anos.

Paulo Zacarias Gomes paulozgomes@negocios.pt 18 de Março de 2016 às 14:06
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

Guido Westerwelle, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros alemão e ex-vice-chanceler do Governo de Angela Merkel entre 2009 e 2011, morreu esta sexta-feira, 18 de Março, aos 54 anos.


A notícia foi avançada pela fundação com o seu nome, na rede social Facebook, que acrescenta que o político morreu no hospital universitário de Colónia, onde estava internado para tratamento de uma leucemia.


Guido Westerwelle foi líder do liberal FDP (Freie Demokratische Partei, Partido Democrático Livre na tradução livre para português) entre 2009 e 2011, tendo entrado no partido em 1980.

Ocupou o cargo de MNE entre Outubro de 2009 e Dezembro de 2013, nos anos em que eclodiu a crise económica e financeira na zona euro que resultou nos resgates a países como a Grécia, Irlanda e Portugal, e em que rebentou o escândalo das intercepções ilegais de comunicações pelos serviços secretos dos Estados Unidos à Alemanha. 

Westerwelle nasceu a 27 de Dezembro em Bad Honnef, perto de Bona. Formou-se em Direito e exerceu advogacia e foi eleito deputado pela primeira vez em 1996. Foi o primeiro político abertamente homossexual a desempenhar o cargo de MNE e de vice-chanceler.

Ver comentários
Saber mais Guido Westerwelle Angela Merkel Alemanha ministro dos Negócios Estrangeiros vice-chanceler
Outras Notícias